Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

RECORDAR CARLOS PAIÃO...

Dizem que recordar é viver, embora eu goste de deixar o passado bem lá atrás. Mas ontem, estava eu no meu leito a pensar na vida e, quando já ía na infancia, lembrei-me de um passeio que fiz até Coimbra, andava eu na 2ª classe e, nesse dito passeio houve alguém que levou um rádio com cassetes, quando se começou a ouvir a música "Cinderela", de Carlos Paião. Quase toda a viagem ía-mos cantarolando essa música que tanto gosto. Para quem não se recorda da letra, aqui fica:

Cinderela

Carlos Paiao

Composição: Carlos Paião

Eles são duas crianças a viver esperanças, a saber sorrir.
Ela tem cabelos louros, ele tem tesouros para repartir.
Numa outra brincadeira passam mesmo à beira sempre sem falar.
Uns olhares envergonhados e são namorados sem ninguém pensar.

Foram juntos outro dia, como por magia, no autocarro, em pé.
Ele lá lhe disse, a medo: "O meu nome é Pedro e o teu qual é?"
Ela corou um pouquinho e respondeu baixinho: "Sou a Cinderela".
Quando a noite o envolveu ele adormeceu e sonhou com ela...

Então,
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer,
vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.

Cinderela das histórias a avivar memórias, a deixar mistério
Já o fez andar na lua, no meio da rua e a chover a sério.

Ela, quando lá o viu, encharcado e frio, quase o abraçou.
Com a cara assim molhada ninguém deu por nada, ele até chorou...

Então,
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer,
vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.

E agora, nos recreios, dão os seus passeios, fazem muitos planos.
E dividem a merenda, tal como uma prenda que se dá nos anos.

E, num desses bons momentos, houve sentimentos a falar por si.
Ele pegou na mão dela: "Sabes Cinderela, eu gosto de ti..."

Então,
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer,
vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.
(Cinderela)

Então,
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer,
vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.

sinto-me:

publicado por luaramigo Luar_Amigo às 10:28
link do post | comentar luaramigo | favorito
2 comentários:
De Isabel Maia a 10 de Abril de 2008 às 23:49
Um mimo de tão bonita que é essa música.
Beijos grandes


De Genny a 11 de Abril de 2008 às 10:15
É sempre bom ouvir essa música. Adoro!
Tudo de bom para ti


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 23 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. LOUCURA DE IRS

. CONCERTO DE MARIA DE MEDE...

. OS ATAQUES DA ZI

. TRAPALHADAS E CONFUSÕES

. PARABÉNS PAI :)

. A VOLTA DA VIDA

. COISAS DA VIDA :S

. QUERO UM DESTES :D

. GASPAR

. E-X-A-U-S-T-O :s

.arquivos

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds